Seu filho é melhor que o dos outros?

 
Acontecimentos no dia a dia de um empreendedor o remetem a pensar que, assim que surgir a primeira oportunidade, o seu filho merece ter o comando de uma equipe. Mas que atributos fazem com que o seu filho seja melhor que o dos outros?

O que o seu filho tem ou teve de experiência? O que ele viveu, sofreu, sentiu, participou e conviveu para que o comando seja dado para ele? Naquele momento, aquela grande oportunidade era para ser colocado nas mãos dele ou de alguém que você acredita? Esse fato acontece bastante e tenho conhecido empresas, principalmente no segmento de seguros, onde a primeira coisa que falam é: “meu filho vai tocar esse projeto para mim”. Diante disso, eu lhe questiono: por que o seu filho merece tocar o seu projeto e a construção de história que você deixou?

Preste atenção e registre isso: o sucesso não é genético! Se fosse genético, empresas familiares teriam o sucesso herdado do seu pai, da sua mãe, da sua história da família. Se você parar para pensar, a maioria das empresas não conseguem manter o sucesso do seu fundador. E eu acredito fielmente em toda essa ideia. Para trabalhar no Grupo Life Brasil, desenvolvi um conceito, uma regra que consiste da seguinte maneira: os meus filhos, as minhas filhas não são melhores que ninguém. Logo, de forma alguma eu daria o poder de comando sem elas terem passado ou superado as suas dificuldades. Infelizmente, para você que trabalhar sob o comando do filho ou dono da empresa e não concorda com isso, vou lhe dizer uma coisa: se até hoje as coisas não mudaram, dificilmente irão mudar. Mas para isso, vou lhe dar uma dica: procure o seu caminho e monte o seu negócio.

Encontre uma alternativa, empreenda e faça diferente, porque essa história dificilmente vai ser mudada. Tudo isso depende exclusivamente de você. Se você não está satisfeito e não aceita o filho do dono da empresa que você trabalha, sabe o que você precisa que fazer? Assumir que não quer mais ser comandado por quem não entende do assunto. Você pega o seu chapéu e vai embora. Pede o seu desligamento, pede a sua demissão, cancela o seu contrato, e vá embora tomar o seu caminho. Porque a pior coisa que você tem a fazer como colaborador é ficar aceitando sugestão que não faz sentido e que não tem nenhum objetivo de construção de sucesso. Talvez você pare para pensar que, se fosse proprietário ou dono da empresa, por que você colocaria o seu filho em algo que não faz sentido, podendo até provavelmente perder uma equipe que tenha tido todo o sucesso e todo o resultado desejado?

Se você é chefe, tem a sua empresa ou é empreendedor, tome muito cuidado em colocar alguém seu só porque você acha que vai ser melhor que o filho dos outros. O seu filho não é melhor que o filho dos outros. Ele precisa ter mais condição, mais capacidade e uma responsabilidade ainda maior, pois essa é a grande dificuldade das empresas familiares. Eu falo por mim aqui, dentro do Grupo Life Brasil, que as minhas filhas só trabalharão comigo se realmente tiverem as condições necessárias para ser melhores que os outros. Afinal, isso aqui é um negócio. Não deixe um negócio que envolve família, que envolve pessoas, que envolve histórias de vida, ser comandado pela vontade de colocar algum parente no seu trabalho.

Eu sou completamente contra e realmente fico incomodado quando vejo esses casos: empresas que tem o poder de crescimento, simplesmente colocam o filho porque acham que o ele é melhor que o filho dos outros. Então, construa a sua história e o seu sucesso! Se você não aceita e não está feliz onde está, porque o filho do seu chefe realmente trabalha com você porque foi conduzido pelo famoso Q.I (o Quem Indica), vá embora e busque o seu caminho. Assim, a grande mudança de vida que você precisa ter esteja fora dessa empresa. Mas lembre-se: sendo o colaborador, você tem o direito de buscar uma nova alternativa e, se você for tão bom quanto acha, monte o seu negócio, crie a sua história, seja empreendedor e faça as coisas diferentes!

Não coloque um filho seu em um cargo ou em um poder de comando que você acredita que vai ser melhor que os outros simplesmente porque ele é seu filho. Sabe por quê? Porque o sucesso não é hereditário. Para estar no comando é necessário ter habilidade, experiência, aprender e sofrer bastante para alcançar o sucesso. São poucas as empresas no mundo que tem o sucesso desejado e construído porque colocaram um filho seu para dar um verdadeiro show.

Lembre-se disso. Não levantei essa questão para gerar polêmica, mas sim, com o objetivo de colaborar ainda mais com o seu crescimento. Eu digo isso da mesma maneira que eu falo para mim mesmo que, filha minha, se não tiver capacidade, não vai trabalhar na nossa empresa. Atualmente é uma regra aqui, que os filhos dos acionistas não podem trabalhar na nossa empresa, pois acreditamos que tem muita gente melhor pelo caminho e não vai ser só meu filho justamente pelos laços que tenho com ele.

Eu acredito que cada um precisa sofrer para buscar a sua alternativa. Isso não foi diferente para a construção da minha história profissional, pois tive que encontrar o meu caminho. Comecei como vendedor, busquei uma alternativa, até o ponto de querer ter o meu próprio negócio. Claro que foi muito cedo, mas de qualquer forma eu tenho que registrar isso para você para que fique marcado e também que possa marcar a sua vida.

Se seu chefe ou o dono da empresa tem um filho que comanda a sua operação, vá embora! Porque isso vai acabar com a sua vida e, no fim das contas, a culpa vai acabar sendo sua. Se você tem a capacidade de fazer algo a mais, vá embora e tome o seu caminho. Empurre a vaquinha que dá leite para você e comece a criar uma história nova, até porque você merece uma história muito mais bela.

Têm muitos profissionais especiais pelo mundo que precisam e estão querendo encontrar uma oportunidade de conquistar muito sucesso em sua vida. E talvez esse profissional esteja batendo na sua porta e você não saiba! Então, como empreendedor, pense bastante nisso.

Crie, propague, gere sofrimento, faça aprender, para que, quando você o colocar em um comando, ele tenha a condição suficiente para comandar uma equipe. Não porque é filho seu, mas sim porque é merecedor, tem competência, características e habilidades suficientes para gerar o sucesso. Claro, não esquecendo que não adianta você ter tudo isso se não tiver a intensidade necessária para o sucesso.

Excelentes resultados e um extraordinário dia! Até a próxima!